Biografia

Natural de Vitória/ES, Marcos do Val tem 47 anos de idade.
Foi militar do exército Brasileiro no 38º Batalhão de Infantaria. É mestre em Aikido (2º dan), diplomado e credenciado pela International Aikido Federation, situada em Tóquio/Japão.

É fundador do CATI (Centro Avançado em Técnicas de Imobilizações) e responsável pelo desenvolvimento de inovadoras técnicas de IMOBILIZAÇÕES TÁTICAS, as quais são reconhecidas por todo o mundo pelo preparo que proporcionam a agentes de segurança pública e privada.

A concepção das técnicas de Imobilizações Táticas surgiu a partir da avaliação da necessidade profissional dos policiais, com o apoio dos colegas da Budokai, Centro de Artes Marciais. Suas técnicas desenvolvem táticas para manipular e imobilizar suspeitos, sem o uso de armas.

Foi por meio de sua empresa que Marcos levou treinamentos a agentes da SWAT, NASA, FBI, NAVY SEALS, VATICANO e mais de 120 corporações policiais e de segurança espalhadas por diversos países como E.U.A, China, França, Espanha, Luxemburgo, Bélgica, Itália, Portugal, Argentina, Chile, Paraguai, Uruguai, Equador, Colômbia, Brasil e outros.

Em 2003 Marcos do Val recebeu o título de Membro Honorário da SWAT de Beaumont no Texas, como também os títulos de Mestre Honoris Causa em Artes Marciais pela FACEI, e Doutor Honoris Causa em Artes Marciais, pela Universidade Erich Fromm World Univesity, da Florida (US). Em 2015, se tornou o primeiro brasileiro a ser admitido como membro da Associação Europeia de Tiro Policial, título conquistado em Paris na França.

No início de 2018, o então pré-candidato ao Governo do Espírito Santo, Renato Casagrande, convidou Marcos a ingressar na vida política de forma a contribuir com a implementação de seus conhecimentos na melhoria das políticas públicas, principalmente no que tange a questão da Segurança. Marcos, então, se candidatou a Senador por seu estado, sendo eleito, em sua primeira experiência nas urnas, com quase 1 milhão de votos.

O senador Marcos do Val vem ganhando destaque em Brasília. Na composição da Mesa Diretora, o parlamentar ocupa o posto de 1º suplente, além de fazer parte de seis comissões permanentes, sendo vice-presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional.
O parlamentar capixaba vem apresentando relevantes projetos de lei, a exemplo do PL 868/2019, que Altera o Estatuto da Criança e do Adolescente determinar a publicização dos nomes completos, endereços residenciais e identificações fotográficas de condenados pela prática dos delitos de pedofilia, estupro de vulnerável e contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes.

Também é autor do PL 1866/2019, que altera a Lei nº 10.826, de 2003, para estabelecer restrições à posse e ao porte de armas de fogo quando houver a prática de violência contra mulher, idoso ou criança.

Marcos do Val foi designado relator do PL 1.864/2019, que altera 13 leis das áreas penal e criminal. O projeto, entre os três protocolados na Casa, foi o mais importante, considerado a espinha dorsal do pacote anticrime do ministro Sérgio Moro.

  • Desenvolvido por: Idear Comunicação | Todos os direitos reservados ao senador Marcos Do Val - Copyright © 2020